Viva Voz

Mais uma vergonha com o dinheiro público está saindo do forno, ou melhor, da concessionária. Absurda a medida que libera um carro de luxo para cada vereador do Rio. Até parece que eles recebem um mísero salário ou são pobres contribuintes sem condições de comprar um carro para uso próprio. É chocante, em um governo que não oferece saúde, educação, alimentação e moradia para sua população que se torre tanto dinheiro em benefício de tão poucos.

A apresentadora Salete Lemos foi demitida da TV Cultura por justa causa. Será que foi por causa do comentário exibido neste vídeo?  Tire suas conclusões. (Terra)

Ela diz que foi dispensada após criticar os bancos e o governo. “Um banco ameaçou tirar o patrocínio se eu não me retratasse no ar. A Cultura perdeu o compromisso com a liberdade editorial”, afirma Salete. A Cultura diz que a demissão dela não teve relação com o comentário. (Folha)

Quando se lesa alguém para ter lucro, isto se configura crime, ou não? Se a pessoa não está satisfeita com o serviço, ela não tem opção, pois o governo transferiu para os bancos todo tipo de débito e crédito: se alguém tem algum dinheiro a receber, deve ir ao banco, se alguém tem alguma conta a pagar, deve ir ao banco; todos os salários são pagos em bancos, portanto a pessoa não tem escolha, mesmo mudando de banco, pois todos os bancos têm a mesma mentalidade ou seja, são agiotas.

O jornalista britânico Andrew Jennings deu uma entrevista explosiva ao programa Bola da Vez, da ESPN Brasil e acusou a FIFA, órgão máximo do futebol mundial, de ter recebido suborno de várias empresas ligadas à entidade e afirmou, categoricamente, que há ladrões na cúpula do organismo. “A primeira pergunta seria: quem recebeu os subornos nos contratos de mercado? Joseph Blatter, presidente da Fifa não responderia. Há uma investigação criminal na Suíça sobre a corrupção na Fifa e já foram feitas várias tentativas e acordos para que essa investigação seja suspensa. Eles na Fifa admitiram que grandes subornos foram pagos. E, se o dinheiro acabou nas mãos da Fifa por suborno, não era para ir para a Fifa. Se o dinheiro não tivesse sido roubado, as crianças que jogavam futebol descalças na África do Sul teriam kits, equipamentos e não estavam descalças. Porque essa é palavra certa: roubo. Há ladrões na cúpula da Fifa”, afirmou Jennings. Uma entrevista a não perder, que deve ver na sua totalidade e que está disponível no Youtube. Tenho a impressão que no caso do Estádio do Algarve, pelo menos esse, se passou muito do que é afirmado no vídeo que abaixo apresentamos.

9 de dezembro: Dia Mundial de Combate à Corrupção

Um dia, com o objetivo de aumentar a sensibilização para o combate à corrupção e alertar sobre os impactos negativos desse crime contra os indivíduos e a coletividade.  A data é uma referência à assinatura da Convenção das Nações Unidas Contra Corrupção, ocorrida na cidade mexicana de Mérida. Em 9 dezembro de 2003, quando mais de 110 países assinaram a Convenção, que entrou em vigor no dia 14 de dezembro de 2005.

A Convenção da ONU contra a Corrupção é o mais completo e abrangente instrumento internacional juridicamente vinculante (que obriga cumprimento). Primordialmente, a convenção estimula o controle social para fiscalizar contas do governo, prevê a cooperação para recuperar somas de dinheiro desviadas dos países (rastrear, bloquear e devolver bens) e prevê tipificação como crime do suborno, lavagem de dinheiro e outros atos ligados à corrupção. No Brasil, O Congresso Nacional aprovou o texto em maio de 2005 e no dia 31 de janeiro de 2006 a Convenção foi promulgada, passando a vigorar no país com força de lei.

9 dezembro deve ser mais um dia de reflexão e de cobranças daqueles que detêm o poder de apurar punir esses bandidos que muitas das vezes se portam como autoridades e como tais se acham acima do bem e do mal e até contam com a omissão e a lentidão das investigações e dos processos na justiça na certeza de que “o crime compensa”.O trabalhador fica de queixo caído com a onda de corrupção que é revelada a cada dia, como as reveladas no pela Polícia Federal que levantou a “tampa do esgoto” e o que apareceu foram verdadeiras quadrilhas formadas por diversas “autoridades, com objetivo saquear o patrimônio público, constituído com os impostos que todos nós pagamos. Quem trabalha duro para conseguir viver honestamente não aceita nem admite a corrupção. Quer a garantia de que todos os envolvidos sejam punidos com rigor. Quer a devolução de todo o dinheiro roubado dos cofres públicos.

Entre os escândalos mais recentes que nos envergonham, principalmente pela ausência até o memento de punição: mensalão, vampiro, Sanguessuga, Navalha, TCE, Satiagraha que envolve o banqueiro Daniel Dantas, São Cristóvão, Pirambu que envolve o nome do deputado André Moura e família, o sumiço da carne e superfaturamento da merenda, entre outros.Para que essa lógica de que “o crime compensa” não prevaleça é fundamental a organização do povo e a democratização do estado brasileiro. A crise vivenciada situa-se no nosso sistema de representação. São sucessivos escândalos envolvendo políticos, e diante da falta de espaços de participação direta da população nas decisões, é imprescindível a maior participação da sociedade.

A regulamentação do artigo 14 da Constituição Federal, que trata de plebiscitos e referendos, seria um bom começo para caminharmos no sentido da implementação de mecanismos de participação direta da população, através de: plebiscito, referendo, revogação de mandato, controle social sobre as políticas públicas. Desta forma o povo teria mecanismos para demitir da vida pública aqueles que roubam e os que deixam roubar o patrimônio do povo. (Antônio Carlos da Silva Góis – Presidente da CUT/Sergipe).

materia completa em : http://www.infonet.com.br/claudionunes/ler.asp?id=80428&titulo=claudionunes

Arnaldo Jabor em mais uma de suas denúncias contra a corrupção. Vale a pena ver e também vale a pena acompanhar suas crônicas.

Anúncios
  1. Alexandre
    31 de maio de 2011 às 23:57

    Essa história da jornalista que foi demitida da tv cultura é um absurdo!!! Pelo menos o vídeo está sendo divulgado e as pessoas estão tendo a oportunidade de ver algo que é tão comum, porém, é sempre escondido.

  2. Luísa
    1 de junho de 2011 às 0:02

    Concordo com vc Alexandre! Vi esse vídeo pela primeira vez no meu facebook e não acreditei. A única coisa boa disso é saber que não somos os únicos que ficamos horrorizados com isso. Lá no meu facebook foram várias as pessoas que postaram o vídeo e que comentaram sobre ele. Acho que a população está mais consciente dos absurdos que acontecem e estão com mais vontade de ver a justiça acontecer.

  3. Luísa
    1 de junho de 2011 às 0:03

    Ah ! Muio interessante saber que existe um dia oficial do combate à corrupção. Não sabia disso. Mas o ideal é que isso não fosse somente um dia, mas sim todos os dias!

  4. Alexandre
    1 de junho de 2011 às 0:05

    Pois é Luísa, também acho que a população está mais consciente, porém acho que ainda está muito parada. Falta mais atitude. Falta votar melhor e cobrar mais dos nossos representantes. Falta reclamar, protestar, até sermos ouvidos!

  5. Gabriella
    1 de junho de 2011 às 17:44

    O Arnaldo Jabor é bom demais! Realmente vale a pena acompanhar suas crônicas e o horário que ele tem no Jornal da Globo a noite. Pena que passa muito tarde, mas vale a pena ver; ele é muito inteligente.

  6. Amanda
    2 de junho de 2011 às 1:36

    Essa história dos carros para vereadores foi um absurdo! Pelo menos a Câmara se deu conta da besteira que havia feito e voltou atrás. A população mostrou ter voz ao denunciar esse caso. O choque foi muito grande pois a população se sentiu ofendida ao ver seu dinheiro sendo gasto para pagar carros de luxo a vereadores, enquanto não existem investimentos em educação, hospitais, moradia, segurança e alimentação.

  7. Leonardo
    2 de junho de 2011 às 1:40

    Amanda, concordo com tudo que vc disse e ainda acrescento que a população ficou mais chocada ainda por ver o distanciamento que existe entre os representantes do povo e o povo, de fato. Enquanto nós sofremos com os meios de transporte que temos, nossos vereadores devem andar no conforto dos carros de luxo.

  8. Amanda
    2 de junho de 2011 às 1:42

    É verdade Leonardo. Nossos meios de transporte são uma vergonha. Ônibus, metrôs e trens sempre lotados, quentes e caros. Se não temos conforto, por que eles tem que ter?

  9. Carina
    2 de junho de 2011 às 1:44

    Eles não merecem conforto mesmo não!!! E caso queiram ter conforto, que comprem com seu próprio dinheiro. Os políticos ganham salários muito altos (mais do que mereciam), sem contar o dinheiro que desviam para seus bolsos, logo, eles têm plenas condições de pagar um carro com seu dinheiro.

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: